Para refletir: a educação no Brasil

Para refletir: a educação no Brasil

O documentário é de 2006, nós estamos em 2015. A pergunta que fica é: O que mudou?

Há pouco menos de um ano, o Jornal Nacional abordou a temática. Um dos entrevistados fez uma observação super pertinente: “O Brasil tem escolas do século 19, professores do século 20 e alunos do século 21”. Como conciliar essa realidade de diferentes cenários ?

Complemento – “Como as Escolas transformam crianças em adultos medíocres” 

Anúncios

O mito da imparcialidade jornalística


#ComunicadoresComDilma

Não conheço jornalista esportivo que não tenha seu time do coração. Não conheço jornalista cultural que não tenha preferências por escritores, compositores ou cineastas específicos. E, em nenhum desses casos, eles são acusados de ser imparciais o suficiente para não conseguirem  informar com um mínimo de qualidade, ética e credibilidade.

O mito da imparcialidade jornalística ainda resiste nas redações brasileiras com um propósito único: impedir que comunicadores exerçam seu legítimo direito à cidadania, apoiando candidatos diversos do que os dos seus patrões. E por candidatos diversos do que os dos patrões, entenda-se candidatos de esquerda. É simples assim! Ou alguém já ouviu falar de algum barão da mídia pressionar funcionários que professem sua fé em medidas neoliberais, que batam com ou sem razão nos governos petistas, que afirmem com toda a convicção possível que a o país está à beira de um abismo?

Já houve época em que as redações…

Ver o post original 360 mais palavras

Filme para essa sexta-feira Black Friday

Filme para essa sexta-feira Black Friday

Citizen Kane (1941) – Cidadão Kane

Poster oficial da película
Um dos melhores filmes da história

A ascensão de um mito da imprensa americana, de garoto pobre no interior a magnata de um império dos meios de comunicação.Associa a solidão e o sucesso profissional.

Inspirado na vida do milionário William Randolph Hearst.

VALE A PENA ? É preciso ter muito cuidado ao falar que Cidadão Kane, estamos falando de um filme feito em 41, que tem mais de 70 anos e ainda serve de referência para o cinema atual, Orson Welles, explorou grandiosamente os ângulos de câmera e a profundidade de campo, usou uma narrativa não linear, flashbacks e uma montagem bem diferente dos filmes clássicos, inovou o cinema tanto em técnica quanto em conteúdo.

O filme é uma crítica a manipulação da mídia, para alcançar seus próprios interesses, assunto que posteriormente é abordado de forma magistral em Laranja Mecânica, além de trazer uma critica atual sobre a ambição pelo poder, e suas consequências trágicas.

Cidadão Kane é inovador, revolucionário, crítico e pra mim um grande filme, que merece ser respeitado como tal, independente se tu curte ou não.

Cidadão Kane é puro amor! ❤

Critica feita por Loreny Souza. O filme você encontra dublado e legendado clicando em ambos.