Novo trailer de Suicide Squad


Sério… A escolha das trilhas dos trailer de Esquadrão Suicida estão tão boas quanto a edição deles! Desta vez o destaque maior é para a música “Ballroom Blitz” do Sweet. E o terceiro trailer está NO MÍNIMO animador!!! Veja agora: Camisetas Geek Nerd 100% Algodão do Esquadrão Suicida / Suicide Squad Compre com FRETE GRÁTIS! […]

Anúncios

5dd25c33afe7fe5dfd7d62b23b51925e

O filme que estreia nesta quinta-feira (24) trará uma batalha que tem deixado muitas pessoas com uma pulga atrás da orelha: mas por que os dois até então companheiros, saem na porrada ? Primeiro, é preciso deixar claro que Batman Vs Superman é inspirado (não baseado) parcialmente pela clássica HQ – “O Cavaleiro das Trevas“, de 1986, de Frank Miller. Nessa trama, vemos um Batman envelhecido, após 10 anos de anunciar a sua aposentadoria. A maioria dos heróis também se aposentaram em comum acordo selado por eles, porém, apenas o Homem de Aço continua na ativa, só que ele é praticamente um fantoche nas mãos do governo.

Fazendo jus a fama de “bom moço”, o herói da capa vermelha é enviado à Gotham, a mando de Lex Luthor (presidente dos Estados Unidos na HQ)- com intenções ainda desconhecidas por parte do vilão – quando fica sabendo que o Homem-Morcego retornou de sua aposentadoria e que estaria desrespeitando os direitos humanos durante o combate à criminalidade em Gotham; que saiu do controle e atingiu níveis alarmantes. Luthor tem um papel tão importante na película quanto na HQ de Frank Miller, mesmo não sendo o presidente do país nesta versão do diretor Zack Snyder.

A partir daí, os dois heróis chegam a um impasse, já que Superman quer que Batman seja mais pacífico na luta contra os criminosos de Gotham, mas o Cavaleiro das Trevas não gosta nem um pouquinho disso. O que muda em relação aos quadrinhos é que o herói já chega quebrando tudo e destruindo o Batmóvel com apenas um soco.

cavaleiro-das-trevas-batman-vs-superman-by-miller-550x438

O mais curioso é que a maioria das pessoas esperavam que Batman iniciasse o confronto, dada sua natureza mais “esquentadinha” ou até que a destruição de Metrópolis seria um dos motivos para que ele perseguisse Superman. Daí a trama se desenrola e surgem imprevistos e desenrolares parecidos com os da obra de Frank Miller, com a adesão de personagens e motivações políticas na história, que conta com um fim que introduz a Liga da Justiça, já anunciada para 2017.

O filme estreia nesta quinta-feira, 24 de março de 2016, com  Ben Affleck (Batman), Henry Cavill (Superman)Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Jason Momoa (Aquaman), Ezra Miller (Flash), Amy Adams (Lois Lane), Lawrence Fishburne (Perry White), Ray Fisher (Ciborgue) e Jeremy Irons (Mordomo Alfred).

Para conferir a crítica do filme sem SPOILERS, feita pelo site Omelete, clique no vídeo abaixo: 

A TV brasileira é uma mafia

Essa opinião poderia ser de qualquer ator/atriz brasileiro(a), mas seria quase impossível de vê-los criticando algo que muitas vezes é o seu maior ganha-pão. Quem disse isso é o ator francês Vincent Cassel (Cisne Negro – 2010O Ódio – 1995), que mora no Rio de Janeiro há 3 anos. Na entrevista ao ótimo canal da Trip TV, Cassel fala sobre o papel das novelas na dramaturgia nacional e como isso prejudica os atores e atrizes que se envolvem nessa superprodução:

 

007: Conheça todos os filmes da franquia de 50 anos


Franquia fantástica.

hqrock

Os seis James Bond do cinema: Sean Connery, George , Roger Moore, Timothy Dalton, Pierce Brosnan e Daniel Craig.

Nenhuma franquia no cinema foi tão longeva e bem-sucedida quanto a do agente secreto a serviço de Sua Majestade, James Bond, o 007. Desde 1962 são 50 anos e 23 filmes, com o último há pouco tempo: 007 – Operação Skyfall.

Ao longo do caminho, 007 criou o gênero de ação que conhecemos hoje no cinema e deixou um legado fortíssimo em frases de efeito, veículos possantes e inúmeros Gadgets fantásticos. Além disso, cada filme refletiu a época em que foi feito, construindo um retrato ficcional impressionante do último meio século.

Vivido por seis atores diferentes até hoje – Sean Connery, George Lazenby, Roger Moore, Timothy Dalton e Pierce Brosnan, além do atual Daniel Craig – 007 teve filmes excepcionais e horríveis, mas deixam um legado…

Ver o post original 7.142 mais palavras

Charles Chaplin – 100 anos de humor e magia

Charles Chaplin – 100 anos de humor e magia

Um dos mestres da sétima arte.

Digitais PUC-Campinas

Por Michele Guelere

Neste ano, celebra-se 100 anos da estreia de Charles Chaplin no cinema e com ele a sétima arte ganhava uma magia única. Em fevereiro de 1914, ia para as telonas “Making Living” (em português “Carlitos Repórter”), curta metragem no qual Chaplin interpreta um repórter vigarista que tenta se passar por aristocrata.

Charles Spencer Chaplin (16 de abril de 1889) nasceu em um subúrbio de Londres onde cresceu em uma família de artistas. Seus pais eram atores e cantores do Music Hall de Londres e foi com eles que Chaplin aprendeu a cantar e atuar.

Durante sua infância, seus pais se separaram e devido aos problemas emocionais da mãe, Chaplin sofreu muito e isso  refletiria em toda a sua obra como afirma o historiador e criador do Blog Chaplin Hallyson Alves “A obra de Chaplin tem todo um contexto de sua infância, porém com uma visão singular. Uma visão…

Ver o post original 406 mais palavras

Filme para essa sexta-feira Black Friday

Filme para essa sexta-feira Black Friday

Citizen Kane (1941) – Cidadão Kane

Poster oficial da película
Um dos melhores filmes da história

A ascensão de um mito da imprensa americana, de garoto pobre no interior a magnata de um império dos meios de comunicação.Associa a solidão e o sucesso profissional.

Inspirado na vida do milionário William Randolph Hearst.

VALE A PENA ? É preciso ter muito cuidado ao falar que Cidadão Kane, estamos falando de um filme feito em 41, que tem mais de 70 anos e ainda serve de referência para o cinema atual, Orson Welles, explorou grandiosamente os ângulos de câmera e a profundidade de campo, usou uma narrativa não linear, flashbacks e uma montagem bem diferente dos filmes clássicos, inovou o cinema tanto em técnica quanto em conteúdo.

O filme é uma crítica a manipulação da mídia, para alcançar seus próprios interesses, assunto que posteriormente é abordado de forma magistral em Laranja Mecânica, além de trazer uma critica atual sobre a ambição pelo poder, e suas consequências trágicas.

Cidadão Kane é inovador, revolucionário, crítico e pra mim um grande filme, que merece ser respeitado como tal, independente se tu curte ou não.

Cidadão Kane é puro amor! ❤

Critica feita por Loreny Souza. O filme você encontra dublado e legendado clicando em ambos.