10 semelhanças entre escolas e presídios

10 semelhanças entre escolas e presídios

Já ouvi por aí várias comparações sensacionais entre escolas e outras coisas, como campos de batalha, esportes de combate e presídios. Sobre esta última, achei que fazia muito sentido e pensei: “Opa! isso dá lista!”. E deu. Estão aí dez semelhanças entre escolas e penitenciárias. É só parar pra pensar e você vai perceber que elas são MUITO REAIS. Assustador.

japa

10. Comida ruim
Nunca fui preso (pelo menos por enquanto) e não estudei em escolas da rede pública. Mas em ambos os casos, dizem que a comida é escassa e horrível. E eu acredito, claro. E não deve ser assim só no Brasil, não. Por exemplo: quando a gente vê algum desenho animado gringo que tem uma cadeia, eles servem gororoba nojenta no prato dos detentos. E quando retratam a hora do almoço nas escolas, o que você vê? A mesma gororoba nojenta. Coincidência? Acho que não.

 

9. Você não vê a hora de sair
Quem está na cadeia não vê a hora de sair de lá de dentro, igual quem está na escola. É claro que com algumas diferenças: da escola você fica livre (em partes) quando toca o sinal da última aula; da cadeia você só vai embora quando acaba sua pena. E quando você finalmente termina os estudos, um ano depois você já está com saudade do colégio. Já da cadeia, duvido muito que alguém sinta falta…

8. Punições por mau comportamento
Na cadeia, bom comportamento reduz a pena, mau comportamento pode até aumentá-la, entre outras punições. Na escola, a mesma coisa: se você não obedece as regras você também se ferra: é advertência, suspensão, detenção, expulsão, prova surpresa, etc, etc, etc. Mas pensando bem, não são só caratcterísticas cadeia/escola. Essas coisas são tipo um reflexo DA VIDA. Se você caga com ela, ela caga em cima de você. E não é aquele cocozinho de pomba. É daqueles TOROÇOS bem cavernosos.

7. Armas improvisadas
Ok, ok, ultimamente nas cadeias nego tem andado com armas reais mesmo. Mas vamos manter o clima, ok? O clima dos filmes, onde você vê nego invetando arma com clipe de papel e tudo o mais. Na escola é a mesma coisa. Não existe materal escolar mais perigoso que um compasso, por exemplo. A ponta daquele negócio pode furar o o olho de qualquer um! E tesouras, estiletes também… Como diria qualquer avó no mundo: “AAAH SE PEGA NA VISTA!”

6. Lição de casa = Regime aberto ou semiaberto
Na posição 9 eu escrevi: “da escola você fica livre (em partes) quando toca o sinal da última aula”. Agora explico esse “em partes”. É por causa da maldita lição de casa. Ela funciona como uma espécie de regime aberto ou semiaberto: você só se livra do ambiente físico, mas ainda está aprisionado. Você sai da escola (ou cadeia), mas ela não sai de você.

LEIA TAMBÉM

5. Inspetores = Carcereiros
Os carcereiros, essa classe trabalhadora que vigia e controla os detentos nos presídios, são representados nas escolas pelos inspetores, aqueles caras que ficam no pátio só olhando se não tem algum aluno PESTINHA fazendo TRAQUINAGENS. No meu colégio não tinha inspetor: a função era acumulada pelas faxineiras, que ficam nos vigiando e falando “minino, larga essa pedra de crack, senão vou contar pra diretora!”.

4. Diretor = Delegado
A autoridade máxima que deve ser respeitada está presente nos dois lugares. Tanto em um quanto em outro caso, é bom ficar pianinho perto do chefão, porque sua vida é dele enquanto você estiver no recinto. Seu futuro depende dele, portanto respeito máximo!

3. Uniformes
Presidiário usa o quê? Uniforme. E aluno usa o quê? Uniforme! É o símbolo máximo de como você está atrelado ao lugar. Estou começando a achar que a escola não educa a pessoa pra se dar bem na vida, e sim treina o sujeito pra um dia ele virar um bom detento.

2. Intervalo = Banho de sol
Banho de sol em cadeia é aquela coisa, molecada fica contente, toma um ar, descansa a cabeça, joga uma bola… Igualzinho no intervalo dos colégios. Ou “hora do recreio” para os mais PIMPOLHOS. E depois desse período alegre do dia acontece o quê? Todo mundo é obrigado a voltar pra cela, ou sala de aula, com aquela cara de ânus, de que queria ficar no paraíso pra sempre.

1. Panelinhas = Facções criminosas
Tanto os presídios quanto as escolas têm uma lei própria, as normas dos próprios habitantes, assim como seus próprios grupos sociais. A diferença é que nas facções criminosas os caras se matam, se intimidam seriamente o tempo todo… O buraco é beeem mais embaixo. Na escola é um negócio mais leite com pêra, mas é a mesma ideia: as pessoas se dividem em grupos, esses grupos brigam entre si, saem na mão, discutem e se divertem quando a facção rival se ferra de algum jeito. Mas, mais uma vez, é apenas um mini reflexo dela, A VIDA. Na VIDA (sempre em maiúsculo), há pessoas que gostam de você e pessoas que querem te ver na merda. Então, o jeito é sobreviver à LEI DO CÃO.

Via Listagram 

Anúncios

Um comentário sobre “10 semelhanças entre escolas e presídios

  1. Eu até gostaria de acrescentar uma 11ª semelhança: A questão do celular.

    Nas escolas, não é permitido o uso do celular. e o que os alunos fazem? Usam o celular. Nos presídios, não é permitido o uso do celular, e o que os bandidos fazem? USAM O CELULAR!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe sua opinião abaixo e apareça no Blog ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s