Registrar a vida ou vivê-la?

Para pensar.

Sociologia, reflexão e ação

Cotidiano 2015. Charge de autor desconhecido, recebida via Facebook (caso alguém conheça a autoria, favor nos comunicar, para creditarmos). Cotidiano 2015. Charge de autor desconhecido, recebida via Facebook (caso alguém conheça a autoria, favor nos comunicar, para creditarmos).

Esta charge evoca inúmeras reflexões em torno das possibilidades e escolhas entre viver e registrar a vida. Apenas proponho questões que trafegam na gradação entre as determinações externas e as escolhas pessoais. O problema eterno e irresoluto entre sociedade  e indivíduo.

Estamos observando uma imagem caricatural, ou seja uma expressão exagerada de uma situação cotidiana nesta segunda década do século XXI. Vemos, em vários tipos de situações, pessoas mais preocupadas em conseguir uma foto do momento do que em experienciá-lo vivida e reflexivamente.

Temos um fenômeno expresso nesta imagem. Mas, quais os componentes desse fenômeno? Sob que perspectivas podemos pensar sobre ele. O debate está aberto e não pretendo esgotar a discussão com as breves questões que levanto. Afinal, estou mesmo querendo provocar participação viva e não somente a leitura, observação,  de…

Ver o post original 255 mais palavras

Deixe sua opinião abaixo e apareça no Blog ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s